Notícias

Preço do móvel fica estável no varejo em junho por Administrador

Postando em 09/07/2018

229.jpg

Diferente da inflação geral medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, em junho o preço dos móveis permaneceu praticamente estável, com elevação de apenas 0,02%. Enquanto isso o IPCA geral registrou alta de 1,26%, a maior taxa para o mês desde 1995 (2,26%), e 0,86 ponto percentual (p.p.) acima do 0,40% registrado em maio.

De janeiro a junho o IPCA geral registrou elevação de 2,60% e o de móveis, 0,31%. No acumulado de 12 meses a contribuição de móveis também é quase nula com apenas 0,14% para um IPCA geral de 4,39%.

Inflação por item

O setor de mobiliário tem cinco itens pesquisados (móvel para sala, quarto, copa e cozinha, infantil e colchão) e, destes, apenas móvel para copa e cozinha (0,17%) e colchão (0,02%) registraram alta. A maior queda ficou com móvel infantil (-0,23%). No acumulado do primeiro semestre, a maior contribuição foi de colchão com 1,98%, enquanto móvel infantil registrou deflação, com -1,35%. Nos últimos 12 meses, o segmento de colchão é disparado o que registra maior inflação, com 6,88%, 2,49 p.p acima do IPCA geral no período. A maior queda é do item copa e cozinha com -2,04%.

Comportamento por região

Em junho a alta mais expressiva em mobiliário foi registrada no Distrito Federal (1,94%) e a maior queda em São Paulo (-1,60%). O item com maior queda foi colchão em Salvador (-3,18%), e a maior alta, o mesmo item, em Aracajú (2,68%). No acumulado do ano, o maior pico de alta em mobiliário foi registrado também em Salvador, com 3,06% e a maior queda em Aracajú, com -2,71%. Por item, a maior alta ocorreu em colchão, com 10,12% em Goiânia. A maior queda, em móvel infantil, com -7,26% em Recife. No acumulado de 12 meses, a maior alta em mobiliário ocorreu em Vitória, com 4,12% e a maior queda, no Rio de Janeiro, com -2,72%. Por item, a maior elevação de preços no varejo ocorreu em Vitória no segmento de colchão, com 12,41% e a maior queda em móvel infantil em Recife, com -10,78%.

Veja mais detalhes no quadro abaixo:

TAGS - Setor Moveleiro, Varejo, IPCA

Mais Notícias

  • Exportações de móveis aceleram em fevereiro por Administrador

    Dados mensais divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) referentes a fevereiro demonstram uma aceleração significativa nas exportações de móveis. Na comparação com fevereiro de 2017 a alta chegou a 16,8%, com U$ 51,6 milhões ante U$ 44,1 milhões. O resultado positivo se deve principalmente a expansão das vendas para os Estad...

  • Produção gaúcha continua em queda por Administrador

    Janeiro registrou nova queda na produção de móveis da indústria do Rio Grande do Sul. Segundo a pesquisa mensal de indicadores de produção industrial, o recuo chegou a 3,2% comparado a produção de janeiro de 2017. O número de janeiro também fez recuar o índice de produção anualizada. Nos últimos 12 meses a queda é de 3,2% até janeiro. E...

  • IPCA de móveis fica em- 0,34% em fevereiro por Administrador

    O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de fevereiro variou 0,32%, superando em 0,03 ponto percentual (p.p.) o resultado de janeiro (0,29%).  Este foi o IPCA mais baixo para os meses de fevereiro desde o ano 2000, quando se situou em 0,13%. O acumulado nos dois primeiros meses do ano está em 0,61%, menor percentual para o período desde a implantação do Plano Real em 1994. ...